Importância da Ginástica Laboral nas Empresas

Caros amigos, alunos e professores, hoje vamos falar sobre a Importância da Ginástica Laboral nas Empresas.

A Atividade Laboral surgiu em 1925 como ginástica de pausa para operários, inicialmente na Polônia, depois na Holanda, Rússia, Bulgária, Alemanha Oriental e em outros países, na mesma época. No Japão foi implantada pela 1ª vez em 1928 com os trabalhadores do correio. Após a Segunda Guerra Mundial, o programa se espalhou por todo o país, e hoje, mais de um terço dos trabalhadores japoneses exercitam-se diariamente, tendo obtido como resultados, em 1960, a diminuição dos acidentes de trabalho, o aumento da produtividade e a melhoria do bem-estar geral dos trabalhadores.

No Brasil, as primeiras manifestações de atividades físicas entre funcionários foram registradas em 1901.
Em decorrência da automação e do avanço tecnológico, a produção consome hoje uma menor massa de trabalho humano do que no século XIX, para produzir o mesmo tipo e volume de produto, mas infelizmente a automação e a informatização não têm contribuído eficazmente para a saúde e qualidade de vida do trabalhador. O trabalho mecanizado trouxe uma escravidão exaustiva e desumana ocasionando aumento da velocidade do trabalho, controle dos operadores de máquina e isolamento dos trabalhadores uns dos outros.

ginatica-laboral
Com os avanços tecnológicos e a globalização da economia aumentaram-se os riscos nos ambientes de trabalho, principalmente em razão ao capitalismo selvagem e da exigência de maior produtividade, com qualidade, menor custo e em menor tempo. Devido a todas essas exigências, a proteção e manutenção da saúde e qualidade de vida e boas relações dos trabalhadores ficaram em segundo plano.
A atividade laboral vem se mostrando como um dos grandes aliados para a prevenção e reabilitação de doenças ocupacionais e acidentes no ambiente de trabalho, melhor integração entre os empregados e maior satisfação. Seus benefícios são de caráter físico, psicológico e social para o trabalhador e são inúmeras as vantagens para a empresa como, por exemplo, a efetiva melhoria do meio ambiente de trabalho, pois trabalhadores saudáveis e felizes produzem mais e melhor.

Pessoal um grande abraço a todos e bons treinos

 

 

Bibliografia:
– E.F. Órgão Oficial do CONFEF. Ginástica Laboral – Competência do Profissional de Educação Física. ano IV. N° 13. Agosto 2004.
MENDES, LEITE & Ricardo Alves,Neiva. Ginástica Laboral – Princípios e Aplicações Práticas. Manole, Barueri,SP, 2004.
– MORAES, DELBIN & Camila, Maria Andréia. Por Que Implantar um Programa de Ginástica Laboral na Empresa?. Revista Administrativa CREUPI – RACRE. n°09. jan/dez. 2005.
POLITO, BERGAMASCHI & Eliane, Elaine Cristina. Ginástica Laboral – Teoria e Prática. Sprint, Rio de Janeiro,RJ, 2002.
– SABIERAJSKI, Flávio. Trabalhador São, Maior o Lucro.Disponível em: www.belladasemana.com.br,2002. Acessado em:27/09/2006 às 11:26 hs.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *