O poder da Glutamina

 

Glutamina: poderoso aminoácido!

l_glutamine-300x300+cópia1

Muito provavelmente você já ouviu falar em glutamina, mas você sabe o que é? Vamos entender!

A glutamina é um aminoácido considerado essencialmente condicional, isso é, nosso corpo o produz, mas em situações como estresse, atividade física intensa, queimaduras graves, pós-operatório e doenças que debilitam o intestino e o sistema imunológico, os seus níveis caem muito e torna-se necessária à sua suplementação.

A glutamina é muito utilizada por atletas, mas nem sempre da forma correta, pois para que a glutamina seja utilizada pelos músculos é necessária uma dosagem maior. Em dosagens baixas, a glutamina é utilizada rapidamente pelas células intestinais (principalmente os enterócitos) com o objetivo de fortalecer o sistema imunológico, reestabelecer a integridade da mucosa intestinal e aumentar a absorção de nutrientes. Há estudos renomados que comprovam o importante papel da glutamina no reforço da imunidade.

Ao aumentar a absorção de nutrientes, a glutamina torna-se uma ferramenta interessante no processo de emagrecimento, uma vez que o processo pode ser dificultado justamente pela absorção inadequada dos nutrientes consumidos.

A glutamina é vendida em cápsulas e em pó (pote ou sachês) e a dosagem varia de acordo a finalidade de cada um. Se o intuito for devolver a permeabilidade intestinal e aumentar a absorção de nutrientes, sugere-se que seja consumida à noite. Mas se o intuito for preservar ou ganhar massa magra, o melhor horário é pela manhã ou durante o dia.

Em todo caso, para ajustes e adequações individuais é sugerido consultar um nutricionista.

 

 

 

 

CÂNCER DE MAMA

cancer

O Câncer de mama é a neoplasia maligna mais frequente entre as mulheres.

De acordo com dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), foram estimados 49240 novos casos em 2010.

O diagnóstico precoce é fundamental e a escolha terapêutica vai depender do estágio clínico da doença, das características anatomopatológicas, condições clínicas, idade e desejo de cura da paciente.

O rastreamento do câncer de mama consiste em identificá-lo nos seus estágios iniciais, em geral: alterações benignas, lesões malignas e lesões malignas invasivas.

1897020_666593346737157_887405682_n_zpsef472980

FATORES DE RISCO

Os fatores de risco para o câncer de mama incluem:

hereditariedade

Histórico Familiar e Pessoal de Câncer

Primeira menstruação em idades precoce

Climatério

Menopausa em idade avançada

Primeiro parto após os 30 anos ou nenhum parto

Uma dieta rica em gorduras

Uso de pílulas anticoncepcional sem orientação médica

Uso frequente de bebida alcoólica

Sedentarismo

De acordo com American Cancer Society Breats Facts & Figures, os fatores de risco não causam câncer de mama, mas podem aumentar as chances de desenvolver a doença.

Existem alguns mitos sobre a doença

MITOS FATOS
Câncer de mama ocorem somente em mulheres mais velhas. O risco aumenta com a idade, mas todas as mulheres estão sujeitas a desenvolver o câncer de mama
Mulheres com histórico familiar de câncer de mama terão a mesma doença. Ter um familiar próximo que passou pela doença aumenta a probabilidade de desenvolvimento da mesma, mas não é regra
Mulheres com mais de um fator de risco terão câncer de mama Todas as mulheres estão em risco independente da quantidade de fatores apresentado.
O Câncer de Mama pode ser evitado As causas do câncer de mama não são totalmente conhecida, mas exames periódicos podem diagnosticar precocemente a doença
A radiação da mamografia causa cancer O nível de radiação da mamografia é pequeno e seguro. Os benefícios superam os risco
Amamentar aumenta a chances de desenvolver o câncer de mama A amamentação pode diminuir os risco de uma mulher ter câncer de mama

 

As chances de uma mulher desenvolver câncer de mama aumenta com a idade, de acordo com a tabela.

20 anos 1 em 1760
30 anos 1 em 229
40 anos 1 em 69
50 anos 1 em 42
60 anos 1 em 29
70 anos 1 em 27

 

SINTOMAS DO CANCER DE MAMA

cancermama2

Mamas endurecida

Afundamento em uma parte da mama

Pequenas feridas na pele da mama

Vermelhidão ou ardor na mama

Liberação de secreção pelo mamilo

Veias extremamente dilatada na mama

Alterações no mamilo

Assimetria entre as mamas

Engrossamento da mama

Nódulo palpável e dolorido

Mulheres sempre faça todos os exames!

Um abraço!

 

REFERÊNCIAS

  1. CARVALHO G,S,E, J Câncer de mama estagio inicial e radioterapia, atualização. Revista Associação Médica Brasileira.2011, 57 (4): 468-474
  2. HORTALE R Rastreamento do câncer de mama no brasil: quem como e porque?. Revista Brasileira de Cancelogia 2012, 58 (1): 67-71
  3. MC ARDLE, WILLIAM D, FRANK I, VICTOR L K. Fisiologia do Exercício: energia, nutrição e desempenho humano Editora Guanabara Koogan, 2008.
  4. Fatores para Vida, FACTS FOR LIFE komen.org 2009/2010

 

 

Número de brasileiros com excesso de peso aumenta no país

O índice era de 43% em 2006

 

A Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH) manifesta a sua preocupação com os dados divulgados pelo Ministério da Saúde, na última quarta-feira (15), onde revela o aumento do número de pessoas acima do peso no Brasil. São 52,5% de brasileiros acima do peso, o que é um fator de risco para doenças crônicas – que correspondem a 72% dos óbitos no país. Entre os fatores de risco estão hipertensão, diabetes, doenças cardiovasculares e câncer.

1429533454

Os números apresentados são extremamente preocupantes e o controle é um grande desafio para a Sociedade Brasileira de Hipertensão, que enfatiza sempre a importância da alimentação saudável e das atividades físicas regulares.

No quesito atividade física, por exemplo, o Ministério da Saúde divulgou que a prática está crescendo no Brasil, apesar de manter o dado da Organização Mundial da Saúde (OMS) de que 3,2 milhões de mortes por ano no mundo são atribuídas à atividade física insuficiente, sendo que o sedentarismo é ainda o quarto maior fator de risco de mortalidade global.

obesidade1

A pesquisa ainda apontou que os jovens registram a menor prevalência, enquanto a população de 35 a 64 anos apresentou a maior fatia de incidência do aumento de peso, sendo:

  • 58,6% de 35 a 44 anos;
  • 61,6% de 45 a 54 anos;
  • 61,8% de 55 a 64 anos.

O índice de brasileiros com excesso de peso em 2006 era de 43%, ou seja, nos últimos nove anos o Brasil obteve um aumento significativo de 23% em relação ao período anterior. Além disso, o consumo médio de sal no Brasil (12g/dia) é duas vezes maior que o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo o Ministério da Saúde, a meta é reduzir até 2022 para 5g/dia.

 

A pesquisa foi realizada pela Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico).

Hipertensão como isso acontece?

O que é hipertensão?

Hipertensão, usualmente chamada de pressão alta, é ter a pressão arterial, sistematicamente, igual ou maior que 14 por 9. A pressão se eleva por vários motivos, mas principalmente porque os vasos nos quais o sangue circula se contraem.

Hipertensão-arterial

O coração e os vasos podem ser comparados a uma torneira aberta ligada a vários esguichos. Se fecharmos a ponta dos esguichos a pressão lá dentro aumenta. O mesmo ocorre quando o coração bombeia o sangue. Se os vasos são estreitados a pressão sobe.

Aterosclerose1

Quais são as conseqüências da pressão alta?

 

A pressão alta ataca os vasos, coração, rins e cérebro. Os vasos são recobertos internamente por uma camada muito fina e delicada, que é machucada quando o sangue está circulando com pressão elevada. Com isso, os vasos se tornam endurecidos e estreitados podendo, com o passar dos anos, entupir ou romper. Quando o entupimento de um vaso acontece no coração, causa a angina que pode ocasionar um infarto. No cérebro, o entupimento ou rompimento de um vaso, leva ao “derrame cerebral” ou AVC. Nos rins podem ocorrer alterações na filtração até a paralisação dos órgãos. Todas essas situações são muito graves e podem ser evitadas com o tratamento adequado, bem conduzido por médicos.

hipertensao-arterial

 

Quem tem pressão alta?

Pressão alta é uma doença “democrática”. Ataca homens e mulheres, brancos e negros, ricos e pobres, idosos e crianças, gordos e magros, pessoas calmas e nervosas.

78652459 Foto-de-negros mursi.banner

A Hipertensão é muito comum, acomete uma em cada quatro pessoas adultas. Assim, estima-se que atinga em torno de, no mínimo, 25 % da população brasileira adulta, chegando a mais de 50% após os 60 anos e está presente em 5% das crianças e adolescentes no Brasil. É responsável por 40% dos infartos, 80% dos derrames e 25% dos casos de insuficiência renal terminal. As graves conseqüências da pressão alta podem ser evitadas, desde que os hipertensos conheçam sua condição e mantenham-se em tratamento com adequado controle da pressão.

saude-jovem-com-pressao-altaMedindo pressão criança

 

Dança corporal uma expressão sem limites

A adolescência é uma etapa do desenvolvimento que envolve muitos conflitos,  sendo considerada uma fase crítica, cheia de momentos turbulentos e que requer muita

atenção e compreensão das pessoas que circundam esse adolescente.

A escola faz parte deste universo e dentre as várias possibilidades de conteúdos, enfatizamos que as atividades dançantes podem contribuir para amenizar essa  fase de turbulências, pois auxilia o desenvolvimento biopsicossiocial.

download

A dança é uma forma de expressão humana, assim como a pintura, literatura, escultura, entre outras. Ela faz parte da comunicação não-verbal  que envolve todas as manifestações de comportamento como os gestos, as expressões de emoções, orientações do corpo, as posturas, a relação de distância entre os indivíduos e, ainda, organização dos objetos no espaço. Está presente no nosso dia-a-dia, mas, muitas vezes, não temos consciência de sua ocorrência e, nem  mesmo, de como acontece (KNAPP; HALL, 1999).

images

Pereira (2007) menciona que aprender a dançar significa também estabelecer novas formas de comunicação corporal, já que a aprendizagem da dança colabora para a expressividade de manifestação do corpo, ou seja, de manifestação do ser.

Dessa  forma, a dança é uma das mais poderosas formas de comunicação e expressão corpopral.

Uma  forma  de  linguagem universal e faz parte da cultura corporal da humanidade.

dance-pics

Neste estudo enfocaremos o contato corporal através da atividade de dança no salão, entendendo-a como uma manifestação eminentemente social, de identificação de um grupo, integração e forma de lazer e ainda que permita o desenvolvimento dos aspectos físicos, psicológicos e sociais.

Confira aqui alguns vídeos, do que uma dança é capaz de fazer!

https://www.youtube.com/watch?v=YbzJdsA355E

Até mais galera!