A importância do exercício físico na depressão

A Organização Mundial da Saúde (O.M.S), aponta a depressão como uma doença comum no ano de 2030 atingindo toda a população.

Ansiedade-Depressao-e-Stress-A-Triade-da-Confusao-Mental

Depressão citada como doença grave, apontada por uma série de fatores : Tristeza , melancolia, perda do prazer ,desinteresse generalizado ,descontrole de raciocínio e concentração , dificuldade no poder de decisão. O ser humano depressivo , apresenta uma característica no sentimento de culpa e tendência em suicídio. A depressão é uma doença de incapacidade. Pode estar relacionada a hereditariedade, ao estresse ou nenhuma das causas aparente. É uma enfermidade e até irritante para todos aqueles que convivem com o enfermo.

Como ocorre a depressão

imagesP2W2US55

Em nosso cérebro existem neurônios, eles transmitem informações uns aos outros através de substâncias químicas chamadas de neutransmissores. Os exames clínicos para saber se a pessoa tem depressão ou não, é analisado pela urina em pacientes, onde se conclui através do exame diminuição de resíduos de serotonia, dopanina e noradrenalina ou seja os nossos neurotranissores tem dificuldade de trabalhar 100% no nosso cérebro gerando em si uma depressão.

Maior freqüência nas mulheres do que nos homens. Não respeita as idades : crianças, adolescente , adultos e idosos. Pessoas casadas que se separam e podem desencadear a enfermidade ou indivíduo com relações estáveis e de boa qualidade.

Fatores de risco

14_21_46_244_file

Estresse , tipo de alimentação ,alcoolismo , tabagismo , variações hormonais como puberdade , menopausa , pôs parto e risco de morte por suicídio.

Ocorrência de sintomas

Cansaço , alteração de sono e no apetite ,variação de peso ,falta de desejo sexual , queixa gastrointestinais , dor de cabeça ,tontura e dor nas costas : são sintomas físicas de corrente ao longo da vida. Tristeza, desânimo, falta de prazer, insatisfação, falta de esperança, sensação de vazio, baixa autoestima , irritabilidade, nervosismo , inquietação e pensamentos suicidas : são sintomas emocionais

O EFEITO DO EXERCÍCIO FÍSICO NA DEPRESSÃO

f5074e_190217ee17b944388f215334fc19af5e

Quando o Personal trainer conhece esse tipo de caso, e planeja toda essa periodização de acordo com o quadro físico do aluno, o exercício físico produz endorfina onde controla a dor, o estresse e promove atenção de euforia.

Os exercício elevam os níveis de serotonia que é o hormônio do bem estar, da dinâmica sexual, do humor, equilíbrio térmico nas funções motoras e controla o estresse.

O hormônio da dopanina é responsável pelo prazer, satisfação total e memória ativa. A dopanina baixa promove doença de mal de parkinson. Os ganhos estético no aluno proporcionado pelos exercício (perda de peso ou aumento da massa muscular). Melhora a alta imagem, alto conceito e auto estima.

O hormônio da noradrenalina e responsável pela vasoconstricao, estimulação cardíaca, atividade motora, coordenação, memória, emoções, estresse e sua falta gera mal de parkinson.

Assim o aluno fica motivado a prática do exercício dando sua continuidade e participando mais do seu social, profissional e sua família.

LAYAUN, SAMIRA Comer treinar durmir: como superar doenças na vida moderna, São Paulo 2012, Editora prumo 224 p pag 71

Obrigado pela atenção e carinho fui!

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *